Brinquedos para parque infantil escolar seguro

parquinho escolar com brinquedos seguros

Mais do que nunca, a preocupação de uma escola ou creche não é apenas educar e ensinar, mas também proporcionar momentos de interação social, diversão e desenvolvimento motor. Para executar essa tarefa, os playgrounds são ótimos aliados – mas certos cuidados são essenciais visando a saúde dos alunos.

Para garantir o bem-estar da criançada em meio à diversão, confira algumas dicas de planejamento e brinquedos para parque infantil escolar seguro!

Como escolher os brinquedos

Um dos pontos chave ao elaborar um playground seguro é ter cuidado e atenção na hora de escolher os brinquedos que farão parte do parque. Pense os ambientes de acordo com a idade das crianças que irão utilizar o espaço.

No caso das escolas infantis – aquelas que, segundo o Ministério da Educação (MEC), atendem crianças até 5 anos de idade -, por exemplo, o mais indicado é evitar os brinquedos feitos de metal ou madeira, pois podem machucar a criançada. Ao invés disso, o mais recomendado são modelos feitos de plástico.

Para crianças pequenas

Para as crianças de 0 a 6 anos de idade, o ideal são brinquedos feitos de plástico, com formas arredondadas, e que ajudem as crianças a desenvolverem suas habilidades motoras com segurança e diversão. Algumas dicas:

  • Baby Play Ursinho – incorporando cinco atividades em um só brinquedo, ele conta com escalada, área de espera, escorregador, basquete e futebol-gool. Multicolorido e com formato divertido de um urso, o Baby Play foi desenvolvido para estimular atividades motoras e a interação social sem deixar a segurança de lado – pois ele é feito de Polietileno, material que machucados e ainda tem resistência aos raios do Sol.
mini playground de plástico para crianças

Fonte: Bestplay

 

  • Centro de Atividades com Piscina de Bolinha – outro brinquedo perfeito para crianças pequenas e também ideal para escolas que não possuam muito espaço disponível. Esse Centro de Atividades incorpora escalada (com duas opções de escada), escorregador e piscina de bolinhas.
playground de castelinho de plástico

Fonte: Bestplay

Para pré-adolescentes

As crianças com 7 a 10 anos de idade já podem ter contato com brinquedos confeccionados com outros tipos de materiais: madeira e tronco. Esses materiais no parque infantil escolar ajudam a garotada a desenvolver força e resistência física, além de trazer uma sensação de contato com a natureza. Veja algumas dicas de brinquedos:

  • Playground de Tronco – Esse modelo é mais do que um brinquedo; se trata praticamente de um playground completo (daí seu nome). Ele conta com uma casinha (plataforma), escorregador, duas escadas, ponte, balanço duplo e escalada de cordas, e é feito com toras de eucalipto citrino tratado.

playground de tronco para escolas

  • Playground Casa do Tarzan – Essa é uma versão mais “reduzida” do brinquedo anterior. Ele conta com plataforma, escorregador, escada, balanço e escalada de cordas. Também é feito com toras de eucalipto citrino tratado.

playground de tronco casa do Tarzan

Para crianças mais velhas

Já a garotada mais velha, com mais de 10 anos de idade, pode usufruir de brinquedos feitos de ferro, que, geralmente, são mais elaborados, desafiadores e tem um viés mais voltado para o desenvolvimento motor e muscular. Abaixo você confere algumas sugestões de brinquedos feitos nesse material.

  • Balanço Tradicional 2 Lugares – Um brinquedo essencial em todo playground escolar, o balanço é garantia de diversão, sendo um dos modelos mais democráticos que um parquinho pode contar. Esse balanço conta com dois lugares feitos com assentos de madeira sustentados por correntes de ferro e tem estrutura de ferro pintada com tinta automotiva colorida.
balanço de ferro para escolas

Fonte: Bestplay

 

  • Escorregador – Outro brinquedo que não pode faltar em um playground que traga diversão e alegria para as crianças. Esse escorregador é feito integralmente de ferro e é pintado com tinta automotiva colorida.
escorregador de ferro para colégios

Fonte: Bestplay

 

  • Gangorra – A gangorra é um dos brinquedos de ferro mais adorados pela criançada devido à grande diversão que proporciona – e, além disso, também estimula o convívio e a cooperação social nos pequenos. Esse modelo é fabricado em ferro e tem pintura automotiva colorida; é um daqueles brinquedos que não podem faltar no parquinho da escola.
gangorra de ferro para escolas

Fonte: Bestplay

Disposição do espaço

Não apenas escolher os brinquedos indicados para cada faixa etária das crianças, também é muito importante saber como organizar os itens do playground de uma forma que garante segurança e também facilite as brincadeiras da garotada. Aqui o importante é adotar alguns critérios.

parquinho escolar organizado

Você pode organizar o ambiente de acordo com o tipo de brinquedo – aqueles voltados para interação entre as crianças e aqueles mais indicados para atividades motoras, por exemplo – ou ainda de acordo com a faixa etária da garotada (ter um ambiente para os alunos menores, outro para os pré-adolescentes e por fim um local resignado aos brinquedos de ferro).

O importante é pensar e planejar bem o local de acordo com a realidade da sua escola ou creche, levando em conta não somente a opinião dos professores e/ou monitores que se envolvem com os alunos, mas também a opinião das crianças. Assim, se consegue criar um ambiente agradável, funcional e seguro para todos.

Normas de segurança

Por fim, vale ressaltar que existem normas de segurança que devem ser respeitadas ao se montar um playground. A Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) estipulou restrições e orientações que garantem a segurança das crianças ao utilizar um parquinho infantil.

Confira alguns dos principais itens:

  • Nas áreas frequentadas por crianças de até 10 anos, é preciso que o piso para playground seja emborrachado. Uma dica é optar por placas de EVA, que absorvem impacto, são isolantes térmicos, é antiderrapante, tem visual colorido e decorativo e ainda traz superfície fácil de ser limpa.
  • Já nos ambientes do parquinho que sejam frequentados por crianças mais velhas, o piso pode ser revestido com grama sintética, que também garante segurança (absorve impacto, é antiderrapante e antiabrasiva).
  • Segundo a ABNT, a distância entre um brinquedo e outro precisa ser de, no mínimo, 2,5m.
  • Os escorregadores necessitam ter uma área de impacto no chão com profundidade de 30 centímetros e 1,5 metros de diâmetro – o objetivo é reduzir a força de uma eventual queda.

Deixe uma resposta