Como montar uma loja de aluguel de artigos para festa

Criança na piscina de bolinha

Se você tem interesse em começar seu próprio negócio, porém tem dúvidas de qual segmento é o ideal, pense bem, o que melhor do que investir em algo que proporcione diversão e lazer? É por isso que saber como montar uma loja de aluguel de artigos para festa pode ser uma boa aposta para investir em um negócio próprio. Quer saber como fazer isto? Então continue a leitura.

Motivos para abrir sua loja de artigos para festa o quanto antes

Antes de investir em um negócio, entender os motivos que o tornam um bom investimento é muito importante para o amadurecimento financeiro tanto da nova empresa quanto do novo dono. Abaixo, indicamos algumas razões para você se sentir mais confiante ao aprender como montar uma loja de aluguel de artigos para festa:

  • É um negócio que está sempre em alta. Afinal, quem não adora festejar?
  • É um ramo que atinge tanto o público B2C quanto B2B;
  • São produtos usados em ocasiões específicas, por isso, o aluguel é a melhor opção;
  • De acordo com o Sebrae, o setor que movimenta anualmente R$3,7 bilhões;
  • A concorrência costuma ser pequena em comparação a decoração de festas;

Os documentos necessários para criar sua loja

Convencido que este é o investimento dos seus sonhos? Antes mesmo de escolher os artigos que você irá alugar, é essencial pensar em toda a documentação necessária. Para montar uma loja de aluguel de artigos para festa é preciso abrir uma empresa que ofereça estes produtos e para isso é preciso passar por três passos: a famosa abertura de firma, os credenciamentos na prefeitura e por fim, solicitar seu talão de notas fiscais.

Passo 1: Abrir firma para montar sua loja de artigos para festa

Se você acredita que seu rendimento anual irá ser menor do que R$60 mil reais neste primeiro ano de firma, opte por se regulamentar como microempreendedor individual (MEI) já que as taxas são menores e mais práticas. Ideal para você que está começando.

Agora, se você acredita que pode ultrapassar este valor de rendimento, é preciso ir até a receita federal da sua cidade para conseguir o seu CNPJ. Aqui, os impostos, taxas de abertura e taxas anuais são um pouco mais altas.

Passo 2: Etapa de credenciamento na prefeitura

Com CNPJ em mãos, vá até a junta comercial da prefeitura de onde você mora para, então, fazer o cadastro da sua empresa. Esse processo é essencial para que seu negócio consiga passar na vistoria do corpo de bombeiros e até conseguir a confirmação da veracidade do empreendimento, visto que é necessário ter um endereço comercial válido para poder operar seus serviços.

Passo 3: Notas fiscais são necessárias!

Você terá clientes e eles irão querer ter notas fiscais validando o processo de locação. Lembre-se que é obrigatório oferecer este material para o caso de realizar negócios com o público B2B.

Normalmente é possível pedir a autorização de emissão em uma gráfica parceira da prefeitura ainda na junta comercial. Agora, caso você queira fazer este procedimento digitalmente é necessário possuir uma assinatura e softwares necessários para confirmar a veracidade do documento.

Os produtos que você vai precisar ter disponível

Tudo pronto! Agora, falta o passo mais importante para enfim, entender como montar uma loja de aluguel de artigos para festa. Ou seja, os produtos necessários para atrair clientes. Abaixo, criamos uma lista recheada de artigos que são sempre muito requisitados tanto em comemorações adultas como em festividades infantis. Confira e vá colocando o que você precisa no carrinho de compras.

Confira também 6 brinquedos que não podem faltar em casas de festas infantis! 

Gostou das dicas de como montar uma loja de aluguel de artigos para festa? Esperamos que tudo que você aprendeu aqui possa ser colocado em prática logo! Não esqueça de fazer o planejamento das suas expectativas com este novo empreendimento, estude muito a sua demanda local e usufrua do sucesso! Até a próxima.

Deixe uma resposta