Dicas de dinâmicas para crianças

Dicas de dinâmicas para crianças
Dicas de dinâmicas para crianças

Fonte: JC Brinquedos

As crianças veem as dinâmicas como brincadeiras divertidas, mas nós sabemos que elas são muito mais que isso: ajudam a desenvolver questões cognitivas e a exercitar o cérebro infantil. Além disso, ajudam na criação laços entre os colegas e, muitas vezes, fazem com que as crianças aprendam a resolver problemas em conjunto e de uma maneira ágil.

Os educadores estão aplicando as dinâmicas na rotina escolar cada vez mais, pela praticidade e naturalidade que os pequenos estão reagindo às atividades. Por causa isso, separamos algumas dicas de dinâmicas para crianças que irão ajudar você no desenvolvimento das crianças. Ficou interessado? Continue lendo!

O que é necessário para fazer uma dinâmica?

Trabalhar com dinâmicas requer muita disposição e energia de todos os envolvidos. Contudo, elas são bem simples e fáceis de se fazer no ambiente escolar. Confira algumas dicas de organização para você realizar as dinâmicas:

Materiais

Podem ser balões, bolas, canetas, papéis, caixas, barbantes: tudo que estiver dentro da sala de aula pode servir como material e ajudará na composição dessas brincadeiras. Outras vezes, dependendo da dinâmica, não é necessário nenhum tipo de material, apenas a energia dos pequenos.

Local apropriado

Não há lugar exato para se fazer uma dinâmica, basta procurar o local mais apropriado para cada caso. Você pode aplicá-la dentro da sala de aula ou ao ar livre, tudo depende do objetivo de cada uma das brincadeiras.

Objetivo

Cada dinâmica possui uma finalidade para estimular habilidades nos pequenos. Elas podem desenvolver o social, a comunicação e/ou o trabalho em equipe. Tendo isso em mente, lembre-se de verificar se a dinâmica que você está preparando está dentro dos padrões da turma e se ela não é muito difícil de ser compreendida pelas crianças.

Confira algumas dinâmicas

Agora que você sabe quais os itens necessários para preparar uma dinâmica, lembre-se que, antes de começar as brincadeiras com os pequenos, você deve explicar as regras calmamente e verificar se todas as crianças entenderam. Como cada dinâmica possui um propósito, vamos dar alguns exemplos para você aplicar no âmbito escolar:

Dinâmica do elogio

  • Material: papel, caneta e fita adesiva.
  • Onde fazer: na sala de aula.
  • Como fazer: cada criança ficará com uma folha presa com fita adesiva nas costas. Peça para elas se misturarem pela sala e, a cada sinal, elas devem escrever uma qualidade nas costas do colega que estiver na sua frente.
  • Objetivo: aprender como é bom receber e dar elogios para as pessoas.

Dinâmica da garrafa mágica

  • Material: uma garrafa.
  • Onde fazer: no pátio da escola.
  • Como fazer: sente as crianças em um círculo no chão e no meio dele, coloque a garrafa deitada. Em pé, junto a garrafa, você começa contando uma história e logo depois, gira o objeto no chão. Aquele que tiver sido escolhido pela garrafa, deve ir para o meio, continuar a história e assim por diante.
  • Objetivo: aumentar a criatividade e aprender a lidar com uma situação que está fora do seu controle.

Dinâmica da união

  • Material: nenhum.
  • Onde fazer: dentro da sala de aula ou no pátio.
  • Como fazer: Faça as crianças sentarem em um grande círculo e darem as mãos. Elas devem memorizar o rosto dos coleguinhas que estão de mãos dadas. Depois diga para elas caminharem pelo ambiente. Ao sinal, elas devem parar onde estão e se reunir no meio. Quando todos estiverem no lugar, peça para eles pegarem a mão dos coleguinhas que seguravam antes, mas sem sair do lugar. Só depois que todos segurarem as mãos eles podem ir formando a roda novamente.
  • Objetivo: o propósito dessa brincadeira é pura cooperação, já que terão que trabalhar em grupo, pois o único jeito de voltarem ao círculo original é se todos se comunicarem.

Viu como é fácil de se aplicar uma dinâmica importante e divertida para as crianças no ambiente escolar? O que você achou das dicas e das dinâmicas? Você também pode gostar de 5 brincadeiras para educação infantil. Comente para nós o que você achou!

Deixe uma resposta