Brincadeiras de cordas: 5 dicas para os pequenos brincarem em grupo

Criança feliz pulando corda segurada por uma mulher e por um homem em um parque

Fonte: Veja Rio

As brincadeiras de cordas fizeram parte da infância de todo mundo, mas a criançada de hoje em dia não costumam conhecer muitas dessas brincadeiras. Além de ser uma boa maneira de fazê-las se exercitarem e aprenderem a conviver em conjunto, essas brincadeiras são um convite ao ar livre no final de semana com a família ou até no dia a dia da escola. Confira abaixo 5 dicas de brincadeiras para fazer com cordas.

1 – Pular corda em grupo

A brincadeira precisa de pelo menos três crianças, mas é bem mais divertido se tiver mais, porque o maior desafio é quando várias pulam a corda ao mesmo tempo. Você pode dar os comandos de acelerar ou ir mais devagar para a dupla que movimenta a corda. Além disso, também é uma boa pedida colocar uma música e ir pulando conforme o ritmo!

2 – Cabo de guerra

Para brincar de cabo de guerra é bem simples: você só precisa formar dois grupos com a mesma quantidade de crianças. Cada time segura a corda de um lado e, ao sinal, deve puxar para fazer com o que outro time ultrapasse uma linha riscada no chão. Ganha quem tiver mais força! Mas cuidado com o piso em que será feita a brincadeira: a dica, para ninguém se machucar durante o divertimento, é brincar em locais com grama sintética ou piso emborrachado.

3 – Limbo ou dança da cordinha

O diferencial dessa brincadeira é que as crianças passam por baixo sem tocar a corda. Enquanto todos vão passando, a corda deve ficar cada vez mais baixa, desafiando os pequenos. Também há uma versão da brincadeira chamada Dança da Cordinha que acontece com música e as crianças passam dançando por baixo conforme ela toca. Se ninguém mais conseguir passar, ganha a última que passou sem tocar na corda!

4 – Pular obstáculos

Assim como na brincadeira do Limbo, as crianças devem pular sem tocar a corda mas, dessa vez, é por cima, como um obstáculo. Quando todas pularem, a corda deve ficar mais alta. Você pode incrementar a brincadeira adicionando outros brinquedos ou brincadeiras, como passar por dentro de túnelzinhos e escorregadores, por exemplo.

5 – Cobrinha

Essa brincadeira é bem simples: duas crianças sentam-se no chão e chacoalham a corda, fazendo movimentos como o rastejar de uma cobra. Quem está no meio precisa pular os movimentos. Você, como adulto, pode ajudar a controlar a brincadeira ordenando os momentos que se deve aumentar a velocidade e até onde a corda deve subir. Isso animará a brincadeira e deixará ela ainda mais divertida.

Essas brincadeiras de cordas são opções super legais para fazer a criançada se mexer em grupos. Os finais de semana ou o dia a dia da escola vão ser mais divertidos para pequenos. Você também pode gostar de 10 ideias para gincanas e brincadeiras para jovens. Deixe um comentário contando para nós o que achou!

Deixe uma resposta