Brincadeiras ao ar livre para crianças: 6 dicas infalíveis para animar a garotada!

Menina brincando em balanço
Menina brincando em balanço

Fonte: Pexels

Cuidar do bem-estar dos pequenos é o principal objetivo dos pais. Portanto, há todo um cuidado com saúde, alimentação, educação, carinho, entre outros aspectos da vida da criança. Mas entre isso tudo, algo que não pode faltar são as brincadeiras – inclusive aquelas feitas ao ar livre.

Além de trazer muitas vantagens para o desenvolvimento psicológico e físico da garotada, essas atividades ainda contam com muita variedade e, claro, diversão. Veja só as nossas dicas!

Atividades ao ar livre para crianças

O ideal é apostar em brincadeiras diversificadas, que possam desenvolver variadas aptidões das crianças e, no processo, aprofundar os laços de carinho e amor entre a família. Portanto, o melhor é combinar atividades físicas, de imaginação, coletivas e que estimulem os pequenos. Seja no quintal de casa, em uma praça ou no parquinho, você pode convidar os filhotes a praticar essas brincadeiras ao ar livre citadas logo abaixo.

Menino brincando em balanço

Fonte: Pixabay

1- Ir ao playground

A primeira opção de muitos pais é levar os filhos ao playground, que pode tanto estar em uma praça pública quanto no condomínio. Essa escolha se justifica porque traz maior praticidade e diversidade para as brincadeiras: em um espaço só há diversas atividades e brinquedos, além de uma estrutura apropriada para a diversão da criançada.

Portanto, uma ótima saída para estimular as atividades fora de casa e deixar os brinquedos eletrônicos de lado é justamente o playground. No entanto, é importante lembrar de ter atenção com questões de segurança e também escolher o tipo de playground e os brinquedos que melhor combinam com a idade da criança. Entre aqueles itens que não podem faltar, estão balanço, gangorra, gira-gira e escorregador.

2- Brincar de pega-pega

Também chamada de pique-pega em algumas regiões do Brasil, essa brincadeira é um verdadeiro clássico da infância de quase todo mundo – e não é à toa. O pega-pega é tão simples quanto divertido: uma criança é a “pegadora”, que precisa tocar nas outras enquanto elas fogem. Quem for pego vira o pegador e assim segue a diversão!

Essa é uma ótima atividade para se praticar ao ar livre, onde há bastante espaço para a garotada correr. Além disso, essa brincadeira coletiva desenvolve:

  • locomoção motora;
  • força física;
  • e a socialização das crianças.

Outro ponto positivo é que o pega-pega costuma contar com diversas variações, então é possível renovar a diversão com diferentes regras.

3- Jogos com bola

Futebol e vôlei são os mais populares, mas você também pode incentivar os pequenos a experimentarem outros esportes e brincadeiras que envolvam bola. Alguns exemplos são queimada, handball, basket ball, entre outros.

Essa é uma ótima dica porque também se aproveita do espaço ao ar livre e desenvolve as aptidões físicas da criança. Além disso, essas atividades costumam ser muito democráticas e podem ser praticadas tanto entre pais e filhos quanto por um grupo se divertindo em conjunto.

Entre os pontos positivos, também vale destacar o estímulo ao lado mais educativo dos esportes, pois ensinam a disciplina e o respeito às regras do jogo.

4- Andar de bicicleta

Subir na bike e sair pedalando por aí é uma das melhores memórias da infância de muita gente. Então, nada melhor do que proporcionar esse momento especial também para os seus filhos, não é? Andar de bicicleta requer aprendizado e o desenvolvimento de diversas aptidões físicas, como coordenação, equilíbrio e resistência. E, claro, é muito divertido e libertador!

Menino andando de bicicleta

Fonte: Pixabay

Se a criança já sabe como andar de bike, essa é uma oportunidade ótima para você fazerem passeios juntos, explorarem a cidade (ou o parque) e ainda praticarem uma atividade física benéfica para a saúde. Já se o pequeno ainda não sabe como pilotar uma bicicleta, então está na hora de passar esse conhecimento adiante!

5- Esconde-esconde

Mais uma brincadeira clássica que não pode faltar em um belo dia ensolarado e cheio de diversão! O esconde-esconde funciona de forma similar ao pega-pega; só que nesse caso, ao invés de correr, cada criança se esconde em um lugar enquanto outra precisa procurar todo mundo.

Aqui também existe bastante variedade nas regras e um grande estímulo à socialização, ao exercício físico e também à destreza e ao raciocínio – afinal, é preciso encontrar um bom esconderijo.

6- Brincar de “faz de conta”

O lema dessa atividade é bem simples: você decide o que acontece. Junte a criançada e proponha uma brincadeira diferente que envolva imaginar cenários e soltar a criatividade. Vale organizar um teatrinho improvisado, contar uma história em grupo ou fingir que são exploradores em busca de um tesouro perdido.

Além de, claro, apresentar uma ótima oportunidade para que os pequenos exercitem a imaginação, essa dica também tem outra vantagem: fazer com que você seja um pouco mais criança. Além disso, a garotada aprende muito pelo exemplo, por isso ver os pais participando e sendo criativos mostra para a criança que isso é algo positivo e que deve ser praticado.

Veja também a importância de brinquedos educativos

Essas são algumas dicas de brincadeiras ao ar livre para crianças que garantem muita diversão e ainda ajudam os pequenos a terem uma infância feliz e com o desenvolvimento pleno de diversas capacidades. Agora é só reunir o seu filhote, fazer uma listinha com as favoritas e explorar toda a imensidão do parque, quintal ou playground!

Deixe uma resposta